21 de julho de 2016

ALMOÇO NO RESTAURANTE JAPONÊS



Taís Luso

Sempre tive paixão por comida chinesa, desde criança. Adoro seu tempero apimentado e o tal agridoce em peixes cozidos. Mas nunca tive a mesma paixão pela cozinha japonesa devido aos peixes crus e frutos do mar, que não sou chegada.
Gaúcha, fui criada com boi na mesa! Costela, picanha, espetinhos com vários tipos de carne. E muita salada como acompanhamento. Hoje não como mais carne vermelha, apenas peixe – e olha lá, muito pouco. Estou mais para vegetariana. Mas nada fanático...
Passei anos a fio rejeitando peixe, principalmente cru, mesmo sabendo ser saudável, o que a carne vermelha não é. 
Mas hoje decidimos, eu e Pedro, visitar um restaurante novo no nosso bairro. E resolvemos enfrentar um Sushi e depois Salmão cru recheado etc e tal. Restaurante cheio, bem frequentado. Levei fé.
Mas o que me intrigou, foi Pedro dizer que seria uma experiência válida, mas que ficaria só nessa experiência, não repetiria a dose.

Ué!! Você nem comeu e já está fazendo o prognóstico? - perguntei.
Eu sei que não vou gostar.
Por quê? Podemos gostar!
Sei que não. Peixe cru não me desce. Não dá.

Veio o rango; olhei… apresentação bonita. Peguei os pauzinhos e fui… Era um prato de salmão recheado de temperinhos e petiscos, todo enrolado. Suco de laranja com folhinha de hortelã numa taça alta, bonita. Não morri de amores pelos peixes, mas acho que gostei, de leve. Tudo bem temperado, decorado, japonês adora florzinha na comida, começa a comer com o espírito. 
Pedro comeu um rolinho de salmão e ficou pior do que cachorro em canoa; comeu o segundo e ficou olhando pra baixo, concentrado, parecia um monge em reflexão. Quando levantou a cabeça, disse:

Pra mim deu!
Ops, como assim? Tá toda a comida na mesa!
Vai me dá um troço.
Então só um minuto, vou acabar de comer…

Fui rápida, não sabia se comia ou ria, mas achei melhor não arriscar mais, o homem estava pálido. E eu já tinha comido o suficiente pra não desmaiar de fome. Tomei o suco e levantamos acampamento.
Era uma vez um restaurante Japonês...
Talvez esquecendo os peixes crus e tentando um Yakissoba, pela primavera... Mas duvido.





39 comentários:

  1. Eu, que tenho uma costela japonesa, não vou à bola com sushis e cenas a fim nem à-lei-da-bala!
    Restaurantes Japoneses e eu não combinamos! Até porque gosto de ter a certeza de que aquilo que como já está morto...

    :)

    ResponderExcluir
  2. Confesso, que para mim... também não dá, Tais!... :-(
    Volta e meia, passam por aqui nos nossos meios de comunicação, situações escabrosas, envolvendo condições de higiene em muitos restaurantes, que nós nem sonhamos...
    E então com comida crua... não arrisco nunca... para mim, neste género de comida... só as bactérias se servem fresquinhas... para mim, a comida tem de ser cozinhada mesmo... onde bactéria, já levou um belo dum escaldão... ;-)
    Só arrisco saladas... e sucos, mesmo... em matéria de comida crua... quando como fora de casa...
    Há algum tempo atrás passou num canal de televisão por cabo, a história de duas irmãs gémeas... uma delas com uma rara doença no cérebro... estudaram o caso... uma delas permanecia completamente saudável... a teoria da doença genética, foi afastada... começaram a analisar regimes alimentares de ambas, que poderiam estar na causa da doença em questão... a que adoeceu, súbitamente... era fã de peixe cru... conclusão final... toxinas de peixe, na origem do problema!...
    Dá que pensar, nestas modas alimentares... que nos parecem saudáveis... à primeira vista...
    Beijos! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Bom dia amiga Tais, nossa, me identifiquei com o seu marido e em parte com você, rsrs, pois é, minha filha com os filhos dela adoram ir em restaurantes de comida japonesa, dizem que adoram, eu nem me atrevo a ir, pois como pouco e já tentei e não consigo gostar dessas comidas, peixe cru, nem pensar!!!
    Amei a forma como colocastes, até ri, oh coisa boa que é isso, fazer as pessoas rirem quando se escreve é dom e o tem, adoro vir aqui e te ler!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  4. Dizem que é um gosto adquirido. Já tentei, mas fui cuspir no banheiro, não desceu...

    ResponderExcluir
  5. Taisinha,
    Venho reafirmar que aquele tipo de comida, nunca mais. Depois do malfadado almoço, tomei dois cafezinhos fortes, mas, mesmo assim, aquele gosto de salmão cru não saiu de minha boca. Para hoje, você está convidada para irmos numa churrascaria, que nos aguarda com uma bela picanha. Salve a comida brasileira!
    Beijinho, daqui do escritório.

    ResponderExcluir
  6. Taís,lendo seu texto lembro do meu neto que adora todos os frutos do mar e comida oriental.Para ele pode ser chinesa ou japonesa.rs
    Só que quando vamos em algum restaurante,sabemos o que será servido,sem nos preocuparmos que seja algo que não caia bem.
    Bjs e um lindo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Yo con el sushi no es relativamente mi fuerte, creo que si es de muy buena calidad lo he apreciado, pero si se queda mediocre me parece que estoy comiendo arroz apastado.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  8. viva Tais,

    como eu compreendo o Pedro na sua aversão a comida japonesa -
    a mim, até aquelas florinhas delicodoces a enfeitar, me enjoam... rs

    e bom apetite para o jantar.

    abraço

    ResponderExcluir
  9. Eu só comi comida japonesa três vezes na vida até hoje e achei estranho, porém gostoso.

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Fujo... e não há detetive que me encontre em um restaurante japonês... Sou do clube do Pedro... Peixe bem assado ou grelhado com legumes al dente... beleza... Cru de jeito nenhum!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Restaurante japonês
    De ir lá um dia não deixe
    Comida, vejam vocês
    Que valoriza peixe!

    Se carnívoro você é
    E peixe não lhe apraz
    Vá comer e tenha fé
    Pois é assim que se faz

    E se prova e não gosta
    Saia mas não fale mal
    Você perdeu a aposta
    Então não meta o pau

    Diga obrigado e saia
    E faça um bom uso
    E nesta, não mais caia
    Meu caro Pedro Luso!

    ResponderExcluir
  12. I still not found the courage ...
    Happy weekend.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  13. rsrsrs...
    Adoro suas bem humoradas crônicas.
    Não suporto comida chinesa e, menos ainda, a japonesa. Frutos do mar não me são atraentes. Mal como peixe, mas marido gosta; então temos que providenciar-rsrs.
    Pedro fez bem em não insistir. O resultado poderia ser desastroso-rsrs.
    Valeu a experiência, né? Afinal, dela resultou uma ótima crônica.

    Quanto ao meu blog, se permitir os comentários acabarei caindo na rotina da qual pretendo afastar-me um pouco. Não conseguiria, de forma alguma, deixar de retribuir eventual visita ou fazê-lo somente quando desejasse. Penso que uma das principais responsabilidade dos blogueiros é a atenção para com os amigos. A interação é um gesto de delicadeza insubstituível para quem mantém seu blog aberto e deseja se manter na blogosfera. Assim, continuarei retribuindo as visitas daqueles que passam por lá e visitando os demais amigos de maneira paulatina e dentro da minha disponibilidade. Desta forma, deixarei de ficar ansiosa para responder a todos dentro de um prazo razoável, como sempre fiz.
    Obrigada, querida!

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, pelo menos resultou numa crônica, rs. Mas uma hora fiquei com medo duma catástrofe... rsss
      Te entendo bem quanto ao blog... Mas tem uma boa fatia que entende isso. Consegui superar, não faço nada na base do sacrifício, só quando gosto e tenho tempo.
      Obrigada, Verinha, faça tudo conforme sua disponibilidade. Tem de ser assim.
      Beijo pra você.

      Excluir
  14. Ao peixe... viva!

    Em algum restaurante japonês:
    Veja, o peixe está se mexendo!
    E não só um, mas todos os três
    Já não sei se vou sair correndo.

    Eles querem agradar o freguês
    Como quase todos estão sendo
    Porém, por amor, vejam vocês
    O peixe sair do prato é horrendo!

    Tomarei cuidado da próxima vez
    E verei o que no prato se coloca
    Então espero encontrar sensatez.

    Portanto, pelo lado que me toca
    Ao vir aqui, deixo de lado timidez
    Trago o caniço, anzol e minhoca.

    ResponderExcluir
  15. Quem gosta de peixe crú é pinguim!
    Tô fora, fico com a minha plantação
    de churrasco...

    ResponderExcluir
  16. Gosto de comida chinesa, japonesa, e de todos os cantos do mundo,
    desde que seja de boa qualidade.
    O peixe cru tem um tratamento prévio para aniquilar as bactérias
    e os seus óleos, por não serem aquecidos, são puríssimos e de
    elevada qualidade.
    O segredo é combinar com os molhos.
    Perdem muito, em trocar sushi por picanha...
    Beijos.
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raramente existe essa troca. Somos vegetarianos que se permitem uma vez que outra matar a saudade de um pedaço pequeno de picanha. Os molhos japoneses são ótimos, mas o peixe continua cru...rss
      Beijo, Majo! Bom fim de semana.

      Excluir
    2. Isso é feio...
      É preconceito. Rss...
      Abraços.

      Excluir
  17. Olá, Taís,

    Adorei a singeleza da crônica e a descoberta de que muitos dos comentários são de desaprovação da comida chinesa e japonesa. Sabemos, contudo, que os restaurantes japoneses proliferam. E para não ficar em cima do muro, também não morro de amores pelos crus. Prefiro bem cozidos.
    beijo,

    ResponderExcluir
  18. Querida irmãzinha Taís, frutos do mar e comida japonesa não descem, afinal o fogo já é conhecido há milênios, para que comer cru.
    Gosto mesmo é de um churrasco, legumes, alguns peixes e saladas verdes essas sim têm de ser cruas. Fiquei com pena do meu “cunhado
    Pedro”, sentindo aquele gosto de salmão cru enfeitado mas cru.
    A crônica ótima a imagem bem colorida e bonita, mas só para olhar, comer nem pensar.

    PS Já tentei de todas as maneiras dar um jeito neste meu blog.
    Agora ele bloqueou uma série de seguidores, desconfigurou todo o
    Layout, e já havia postado meu comentário aí e sumiu ! Esta é a segunda tentativa.
    Beijinhos, bom fim de semana
    Léah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsss, tá muito boa... rimos gostoso.
      Notei coisas estranhas no teu blog. Tenho notado o mesmo em vários blogs.
      bjs

      Excluir
  19. Raramente como carne....;peixe....muito e se for grelhado....!!
    Não estamos na pré história, para comer peixe crú...
    Crú.....'jamais'....
    Deixem-se de modernices....e comam o que souber bem...
    se for peixinho grelhado.....melhor
    Boas férias
    Abraço

    ResponderExcluir
  20. O meu filho é fã de comida japonesa, eu nem vou experimentar :))
    Gosto muito de peixe, mas grelhado, cozido ou frito :D

    Um Beijinho amiga Táis

    ResponderExcluir
  21. kkk, coitado do amigo Pedro. Por isso que nunca arrisquei.
    Já comi uma vez badejo cru com muito limão e outros temperos, mas foi só uma experiencia sem sucessos.
    Pensei que o Pedro ia correndo para uma churrascaria,kkk.
    Um bom domingo Taís e que a semana nos seja leve e bela.
    Meu terno abraço.Bjs de paz amiga.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Taís Luso !
    Que casal corajoso !
    Nunca tive coragem para encarar essa comida.
    Nasci e fui criado à beira mar, saboreando as
    coisas boas da cozinha portuguesa, à base de
    peixes e frutos do mar, de um modo geral.
    Mas, nada crú. As gaivotas adoram... eu, não !
    Parabéns pelo belo texto, querida.
    Um fraterno abraço de boa noite.
    Sinval.


    ResponderExcluir
  23. Sushi é bom de mais. Adoro.
    Mas há pessoas que já sabem antes que não gostam... e não há nada a fazer...
    Taís, tem um bom domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  24. Nossa, proporcionou para mim umas boas risadas!...rss
    Você é uma cronista 5 estrelas, sou fã do seu estilo,
    do seu humor e deste seu talento de contadora de histórias
    que nos envolve pelo emocional e depois fica registrada
    na nossa memória para sempre, ainda lembro do amigo "palito com
    roupa de chuva" até hoje...rss
    Grata por estes momentos de leitura aqui tão singular, eu sou
    apreciadora de uma singularidade, Taís...rss
    Parabéns pela excelente crônica, minha amiga!
    Bom domingo e o churrasco no almoço com Pedro,
    nada de peixe cru...rss
    Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Divertida a forma como conta a ida ao restaurante japonês. Eu confesso que não gosto, mas tenho amigos que não querem outra comida. Talvez uma questão de tentarem outra vez, ou não...
    Um beijo, Tais.

    ResponderExcluir
  26. Felicidades por tu bloc, ha sido un regalo poder visitarlo.
    elracodeldetall.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Cara amiga, a cronica está uma DELÍCIA, mas peixe cru, acho que surte em mim o mesmo que ocorreu no Pedro, ou seja, não desce; afinal somos gaúchos, apreciadores por excelência da carne assada, e, no meu caso, bem assada, nada de carne sanguinolenta...
    Abração. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  28. Ah, para completar, gosto muito de peixe, porém, frito, cozido, assado, ensopado, mas cru, sei que não vai descer...

    ResponderExcluir
  29. Bom dia querida Tais.
    Eu amo comida chinesa é japonesa. A minha sorte e que a minha filha também aprecia. E aos finais de semana se tornou rotina. É raríssima vez passar um final de semana sem comer. A trinta anos a conheci e nunca peguei doença alguma por bactéria. Mas logico que temos o cuidado de pedir ou ir para lugares seguros. Coitado do Pedro que experiência ruim. Quando não gostamos de algo e bem difícil se acostumar. A maioria dos meus familiares também tem horror a peixe cru. Um salmão cru com um molho para mim é uma delícia rsrs. A minha filha é igual a você meio vegetariana. No caso dela não foi por opção, ela é alérgica à carne. Só quem come carne aqui é Lila. Mas ela come peixe e frango. Como sempre amiga uma excelente crónica. Rica em detalhes. Uma feliz semana para vocês. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  30. Tampoco soy adicto a comer peces crudos, pero en general las comidas chinas y japonesas me encantan.La imagen de encabezamiento provoca "un sano" apetito.

    Abrazo austral.

    ResponderExcluir
  31. jajajaja A mi me gusta mucho la comida internacional, como de todo, pero me tomó mucho tiempo aprender a comer sushi.
    Lo hago muy de vez en cuando.

    Para pescado crudo y muy condimentado:
    el ceviche peruano es fantástico.
    Y e Salmón sueco (Gravad lax) es delicioso.

    Um abraço, Tais
    Yo crecí con carne argentina, te entiendo.
    Sigo comiendo, aunque menos.

    ResponderExcluir
  32. Minha querida amiga Tais, sempre uma delicia te ler, seria mais delicioso se gostasse muito de peixe, o que não é o caso, acho que trauma de infância, demorava muito comendo, comia com as mãos com medo dos espinhos. Eu gosto do jeito do dr Pedro, ele meio que prevê a desgraça rs, apesar da suposta beleza com florzinha na decoração. Querida Tais, li num comentário acima que a pessoa se diz fã do teu estilo, e quando rio ou fico sério lendo uma crônica tua, percebo o quanto sou fã deste estilo, só teu. Hoje, aliás desde que comecei a morar só, sardinha passou a fazer parte das comidas em lata na vida de um solteiro, mas retiro sempre os espinhos, embora já tenham me dito que é cálcio. Estava escrevendo este comentário e no meio ouvi uma música que me lembrou Cássia Eller, tenho saudade, daí fui postar e quando vejo tem um comentário teu, tou indo pra lá. É sempre especial participar desta roda de conversa.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  33. Taís, também estamos sem comer carne vermelha, peixe de vez em quando. Nossos gostos estão parecidos. O que me salva é a Musa que faz miséria na cozinha...
    As fotos que postei são de munha autoria, feitas com Smartphone. Obrigado pela visita e comentário. Suas crônicas, cada vez melhores! Um grande abraço, Loyde manda beijos

    ResponderExcluir
  34. Ainda não provei nada no género!
    Quem sabe um dia...bj

    ResponderExcluir
  35. Nunca provei, nem vou provar, nunca! É coisa que não me atrai minimamente e sei que não iria gostar!

    ResponderExcluir

QUERIDOS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso