6 de fevereiro de 2011

REFLEXÕES DIUTURNAS




É muito difícil arrancar de um triste uma gargalhada. Assim como é difícil arrancar uma lágrima de um frívolo.

É muito difícil arrancar de um implacável um perdão.
E é quase impossível arrancar de um rancoroso uma atitude de clemência.

Não há como esperar que seja veraz um mentiroso.
Nem que seja falso um homem íntegro.

É impossível esperar de um tolerante uma punição.
Assim como é desnecessário ter esperança de que um néscio manifeste compreensão.

Daquele que está sempre de mau humor, que é ranzinza, que não sorri, só podem vir desaprovações e xingações.
No entanto, de um invejoso só se pode esperar agressões. Até mesmo porque, se a inveja nasce da admiração, no entanto, esta admiração será sempre punitivamente silenciosa.

De um maledicente jamais virá uma palavra de consolo, mas sempre virão admoestações.

Um maldoso só se ocupa em reprimir, nunca em redimir.

De um sensitivo só se pode esperar sensibilidade, de um insensível só se espera recusa.

Nunca bata à porta de um egoísta para pedir ajuda. Antes, bater à porta de outro necessitado.

Nunca se deve acreditar que um vulcão está extinto, principalmente se você dormir ao lado dele.
Um vulcão em atividade é mais confiável do que um vulcão extinto. Pelo menos você pode calcular a extensão dos danos do vulcão em atividade e precaver-se dele. E quem pode calcular em que condições e grau de destruição voltará à atividade um vulcão extinto?

Assim são também as pessoas. A qualquer momento, um manso pode tornar-se agressivo. E sua agressividade pode vir a ser muito mais destruidora do que a do agressivo contumaz.

_____________________________________________________
( Parte retirada da coluna de Paulo Sant'Ana / ZH 6.2.2011 ) 

23 comentários:

  1. LÇindo texto e cheio de verdades...

    Não podemos esperar o que nós achamos óbvio...Sempre teremos surpresas...beijos,linda nova semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Querida,Tais adorei esta sua,post,gosto muito,de ler Paulo santana,esta então,esta especial
    amuito que se pensar sobre,vulcão,
    em extinção,e em erupção,os que nos parecemestar desativados ,muitas vezes nos fazem correr riscos bem
    maiores,tenha um ótimo domingo
    um abraço
    atenciosamente Marlene

    ResponderExcluir
  3. Taís,
    refletir é preciso! Todo dia é dia de reflexão. É como a oração nossa de cada dia. Não será a reflexão a melhor oração?
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Palavras sábias.

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga.
    Estou aqui "afundada em legislação tributária" para prova final. Resolvi descansar um pouco e daí o que fazer; o que esperar de quem tem vício em ler, estudar... Te visitar e aprender mais um pouco sobre as variedades de cada um na sua indidualidade.
    Adorei a crônica.
    Bjs Feliz Domingo!

    ResponderExcluir
  6. Pois....Lembrei do assassinato de
    Carlos Castro...(que correu mundo)
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga Tais.
    Um texto excelente sobre a realidade humana. Nunca se sabe a reacção das pessoas postas perante determinadas situações. Somos calmos ou violentos, temos os nossos limites e as nossas incertezas.
    Beijos amiga
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  8. QUERIDA TAIS VOLTEI HOJE PARA
    AGRADECER SUA VISITA ,É UMA HONRRA PARA MIM,TE-LA COMO SEGUIDORA DO
    MEU HUMILDE TRABALHO SEJA MUITO BEM
    VINDA,ADOREI SEU BLOG,BJS COM CARINHO
    ATENCIOSAMENTE MARLENE

    ResponderExcluir
  9. Pois é, Tais. Os seres humanos muitas vezes são surpreendentes e imprevisíveis. Vc vai achando, anos a fio, que conhece certa pessoa até que de repente ela te surpreende com uma atitude que nem vc nem ninguém poderia supor.

    O detalhe (e aí é a natureza humana) é que desgraçadamente, costumam ser atitudes vis, individualistas ou estúpidas. Como disse Einstein: "Pode-se calcular tudo no universo, menos aonde pode chegar a estupidez humana".

    bjo
    Cesar Cruz

    ResponderExcluir
  10. Na roda-viva das multiplicidades humanas,só podemos torcer que as incongruências ditadas pela natureza de cada um sejam as menos maléficas possíveis aos demais;e nunca dormitarmos no óbvio!!!
    Òtima semana p/ti.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  11. Dizem que o maior atestado de loucura é fazermos todo dia a mesma coisa e esperarmos resultados inesperados. Cada tópico citado é um sopro na consciência de quem gosta da reflexão. Para quem não tem o hábito, que sirva como uma lufada. Muito bom, Tais! Meu abraço. paz e bem.

    ResponderExcluir
  12. Perfeitas observações, Taís! De muitas delas, nos esquecemos ao longo da vida. Daí, a importância de ler tudo de novo.
    Bjooo!!!!

    ResponderExcluir
  13. Esse é um pequeno retrato da condição humana iluminado pela compreensão de quem o observa e reflete. Ótimo texto, Taís.

    ResponderExcluir
  14. nossa, veiu em um momento que precisa, ler o que vc escreveu me fez necessário, adorei, completo!

    ResponderExcluir
  15. "Assim são também as pessoas. A qualquer momento, um manso pode tornar-se agressivo. E sua agressividade pode vir a ser muito mais destruidora do que a do agressivo contumaz."

    O ser humano é assim, amiga. Somos assim. Habitam-nos o bem e o mal, e nunca se sabe de qual reação seremos capazes diante de determinadas situações. Vulcão é uma imagem que aproxima-se muito da realidade. Diante de um sim ou de um não dito com firmeza é que se conhece a dimensão da determinação de um indivíduo.

    Bjs, querida. E inté!

    ResponderExcluir
  16. Olá Tais

    Você tambem está aí envolvida em reflexões. Muito bom o texto.Prever o imprevisível é uma busca eterna do homem na sua santa ilusão de que pode dominar fenômenos, instintos, etc.
    A única coisas previsível é que a cada momento surgirão imprevistos.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  17. Taís, texto gostoso pra refletir. Devemos sim esperar das pessoas apenas aquilo que já faz parte de suas naturezas. Não adianta forçar a barra para não nos decepcionarmos em seguida. Da mesma forma não podemos duvidar da capacidade das pessoas se irritarem. É preciso saber viver. E saber viver é sinônimo de buscar entender as pessoas e as diferenças que apresentam.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  18. Nice texto, greeting from Belgium

    ResponderExcluir
  19. Palavras sábias in blog, Abraço del Belgica
    .

    ResponderExcluir
  20. Amiga excelente texto, pleno de sabedoria.
    Tenha um maravilhoso fim de semana, com alegria, paz e harmonia.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  21. Tais,

    Antes de mais nada, obrigado pela visita ao meu blog e obrigado pelo comentário-beija-flor. Volte sempre por lá.

    Sobre estas reflexões, diria que são mais que simplesmente diurnas. São diurnas, noturnas, atemporais e necessárias. É preciso enxergar o mundo, ter lucidez, e seu texto chama pra isso.

    Sigo te lendo, acompanhando e sabendo mamis. Já sou seguidor de carteirinha. Depois mando a foto 3x4 pra confecção da mesma. ;c)

    Beijo grande,

    Ivan Bueno
    blog: Empirismo Vernacular
    www.eng-ivanbueno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Bom dia, querida amiga Taís.

    E quando esperamos a vida inteira que algum invejoso e egoísta se torne nosso amigo, até a nossa decepção é ingênua. Devemos observar a índole, para não nos iludirmos.

    Um grande abraço. Tenha um lindo domingo.

    ResponderExcluir
  23. Olha, o pior de tudo que ainda queremos dar jeito a quem não quer se ajeitar...

    Fique com Deus, menina Tais Luso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso