28 de abril de 2007

CECÍLIA MEIRELES - ESTUDO DA FIGURA

Mãe do artista 1888 / Vincent Van Gogh


- Cecília Meireles


Em lã pesada e escura,
esconde-se Maria,
malgrado o ardente dia.

Tão cerrada clausura
pesa sobre Maria,
sem a tornar sombria!

Nessa densa espessura,
o rosto de Maria,
redondo e róseo, abria

uma eglantina pura.
Nos olhos de Maria,
luz de abelhas corria.

De lã pesada e escura
vinha a voz de Maria: 
água, vento, alegria...

- Cecília Meireles, in 'Poemas (1957)' 


Descendente pela linha materna de família açoriana de São Miguel, Cecília nasceu em 1901 no Rio de Janeiro e faleceu em 1964. Seu pai, faleceu 3 meses antes de seu nascimento aos 26 anos. Aos 3 anos Cecília perde sua mãe. A tutela ficou com sua avó. Com outras perdas familiares teve uma certa intimidade com a morte, onde aprendeu a relação entre o efêmero e o eterno. Apesar de tudo guardou boas recordações de sua infância. Seguiu toda a carreira de professora primária, mas paralelamente desenvolveu intensa atividade literária e jornalística, escrevendo nos principais jornais da imprensa carioca.
Em 1938 lançou 'Viagem', conquistando o prêmio da Academia Brasileira de Letras. Em 1965, pós-mortem, a Academia Brasileira de letras concedeu-lhe o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto da obra. Foram 22 livros escritos. Seu primeiro livro de poemas foi Viagem, em 1939 - o livro que a consagrou, recebendo o prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras. 'Ou Isto ou Aquilo' foi a última obra que Cecília publicou em vida. Entre as duas pontas estão Solombra - 1963, , Sonhos - 1950 - 63, e Poemas de Viagens escrito entre 1940 e 1964. Porém sua obra conta em torno de 22 livros.




2 comentários:

  1. Querida Thais, naõ dizem que de ilusão também se vive?

    ResponderExcluir

  2. Procurar na medida do bom senso estar o mais que possa no melhor de si em qualquer idade nos variados aspectos eu acho positivo estou com 59 anos e muito muito bem e disse para comigo daqui pra frente serão os melhores anos de minha vida embora eu saiba o quanto vivenciar o processo de envelhecimento é frustrante e dificil...acredito que a compreensão que a maturidade proporciona ajuda muito nisso...

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso