3 de julho de 2014

COPA - SELEÇÃO / 2014



       - Tais Luso de Carvalho

Tenho assistido alguns jogos da Copa, embora não seja uma Expert em futebol. No entanto, sou brasileira, vivo no país que abriga a festa, numa cidade que se virou em quatro para receber muito bem todos os convidados, o que lhe valeu uma medalha da Fifa, que, aliás, lhe fez justiça ao exaltar o acolhimento aos turistas e às Seleções. Ótimo, fiquei contente pelo reconhecimento da nossa hospitalidade. Não há dúvidas que todo o Brasil se comportou muito bem. Vi uma Porto Alegre muito feliz nesses dias. O Estádio Beira-Rio, à beira do Guaíba, abençoado pelo lindo pôr do sol, cumpriu sua missão.

Apesar dos atropelos e das discussões, saiu melhor do que esperávamos, saíamos às ruas com segurança, pois havia policiais por toda parte, com suas enormes motos, que chegavam a meter medo. Vivemos momentos de felicidade, principalmente no quesito ordem e segurança. Como nunca! Quem dera que as coisas continuassem assim, com segurança padrão Fifa. Mas não, a realidade é outra. Esse é o problema.

Não entendo de futebol, mas acho que entendo de gente. E me parece que nossa seleção está muito conturbada, nunca tinha visto tanto homem chorando pelos cantos na tal decisão entre Brasil e Chile. Nosso time entra preocupado, pesado, carregando toneladas de esperança   nas costas. Naquele jogo, tive a impressão que íamos pra guerra, uma sessão de despedida, de adeus. Lacrimejei vendo o nosso goleiro chorar antes, durante e depois. Bem, aí misturei todas as bolas. Não sabia por que aquele baita homem estava chorando tanto. Todos tensos! Acabados. Mas resolvi chorar junto, não sei por que e nem por quem.

Mas por quê? É um jogo de futebol!!! A Pátria amada não estava em risco; não íamos ser invadidos, os familiares estavam bem… Então, por que, Senhor? Dai-me compreensão, é tudo meio difícil pra mim, tratando-se de futebol.

Não estarão aqueles  abastados  jogadores sob uma enorme pressão? Penso que seria uma atitude técnica do Felipão desafogar um pouco esses guris, que, afinal, só estão disputando e participando de uma festa esportiva. Ser menos paizão, talvez. Pai, às vezes, é visto como uma figura autoritária,  pesa demais e pode gerar culpa antecipada, já que tudo lá é uma família só. A Copa por ser no Brasil trouxe uma responsabilidade muito maior, as expectativas ultrapassam as fronteiras da normalidade.

A seleção do Brasil não é a única boa, ou que deveria ser boa, né? Outras seleções estão muito bem, surpreendendo  e lutando pelo título tanto quanto o Brasil. Mas não sei o que acontece, o Brasil tem de ganhar sempre, é uma neura. É algo angustiante, caso de vida ou morte. Escuto  um tititi por aí que poderiam ter sido escalados alguns excelentes jogadores que ficaram de fora. Sei lá, não me levem muito a sério, é só uma opiniãozinha... Talvez com um ajuste psicológico, tirando a pressão da panela a coisa melhore, não exploda! Exercitar os músculos da face, puxar um sorriso, jogar com alegria!

Amanhã joga Brasil e Colômbia. Vou tomar um Rivotril, não por medo de uma derrota, mas com medo de uma possível tristeza Nacional. Uma convulsão! Não gostaria de ver o nosso povo chorar. Já rolam lágrimas suficientes nesse país.
___________

Em 04 de julho de 2014: Brasil e Colômbia:

Final de jogo, Brasil venceu. E Neymar, com a vértebra fraturada pelo 'delicado' colombiano! Fraturar coluna pode; quebrar joelho pode; cotoveladas pode; entrar no calcanhar pode... Mas 'morder' não pode! 
Aquela mordidinha valeu ao uruguaio um castigo dos infernos. Tudo desproporcional. Não entendi! Mas não é de se gastar tentando entender árbitros e  FIFA!   Está tudo dentro do 'padrão'. 
______________

Em 08 de julho de 2014: Semi-final Brasil e Alemanha:

O maior vexame da história do futebol brasileiro!! 
Uma goleada, o  desencanto na Copa das Copas... 7x1 
Parabéns, Alemanha, jogou um bolão  vai para a final! 
E por aqui..

"...o riso não veio/ não veio a utopia / e tudo acabou / e tudo fugiu / e tudo mofou / e agora José?"

____________

Em 12 de Julho de 2014: Brasil e Holanda:

Nova decepção, só espero que apareça um tempinho para cuidarem  do Brasil depois desses bilhões gastos e de muito enrolação que não convenceu ninguém: levamos 10 gols em dois jogos de finais, difícil esquecer essa Seleção!!
Desejo paz e alegria a todos porque a vida continua. Tudo passa.
Fui!




54 comentários:

  1. Boa noite amiga Taís, bom texto, bem assim, os ânimos ficam tão exaltados, embora as pessoas estejam todas alegres e confiantes, cada qual com seus problemas deixados um pouco de lado, bem assim, vamos sonhar e nos alegrar, torcer, pois se o Brasil não ganhar a realidade cai como uma bomba na cabeça desse povo que só quer mesmo poder vibrar!
    Amiga, também não entendo muito de futebol, mas sentir as energias, isso sinto sim e muito, assim como você!
    Abraços e tenhas uma linda noite antecedida de um jogo que vai sim, continuar mexendo com nossos nervos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ivone, é, amanhã temos um jogaço em matéria de emoções. Vamos ver como ira ficar esse negócio todo. É tudo tão sério, não? Vai ser surpresa!
      Beijos, querida, obrigada.

      Excluir
  2. Tomara que tudo fosse copa e respirássemos de um clima festivo diariamente. As ambições dão cabo do povo e do Pais. Que vença o melhor e merecedor.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rss, concordo com tudo, é o que falta. Tudo correu tão direitinho por aqui, em Porto Alegre! Nunca senti tanta segurança...
      Bj, obrigada, Manuel!

      Excluir
  3. Concordo contigo que é uma pena que tudo já voltou ao normal.Foram embora nossas policias que nos cuidavam. Será ninguém se dá conta que aquele é o número deles que precisamos para deixar Poa melhor?

    Fico contente que tudo tenha dado certo e os estrangeiros levaram uma bela impressão daqui.pena não é a verdade que foi mostrada, foi tudo mascarado, preparado. Quanto ao time, falta alegria, jogar com amor e sem pressão.Afinal, o deles está garantido(e muiiiiiiiito bem). è o povo que vai sofrer, mes,mo assim, logo esquecem, assim como sempre esquecem na urna e acabam colocando erradamente quem fez burradas no poder! beijos,tudo de bom,chica( Com a falta de privacidade e de liberdade de expressão que estamos vendo voltar, podem até me pegar por ter escrito isso!Mas sei bem o que falo!!0 beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava bom demais, não Chica? E agora já vi as coisas irem andando. Falta de liberdade de expressão? Você não disse nada que possa comprometer, foi educadinha! Se isso for comprometedor nós duas vamos parar no Fantástico, o show da vida!! rss
      Beijão!

      Excluir
  4. Oi Tais.
    Concordo Tais: é muita pressão, perderam a alegria do futebol; o país está fazendo bem a lição de casa acolhendo bem quem nos visita (por enquanto), mas é uma pena que quando soar o apito final a realidade voltará à tona.
    Por enquanto vamos torcer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Gilberto, acho que todos estão pensando a mesma coisa: estamos vendo o que é viver com mais paz, mais alegria. Pena...
      Grande abraço, obrigada, amigo.

      Excluir
  5. Olá Tais!
    Como é costume dizer-se "Que ganhe o melhor"! Mas parece que com o futebol isso às vezes não funciona.É uma questão de sorte!!! Desculpe...mas não sei comentar nada deste assunto, não vejo as transmissões e dá-me tristeza que se gaste tanto dinheiro com estádios e instalações de luxo...quando falta para as escolas, hospitais,creches...enfim! Acontece no Brasil tal como em Portugal.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Emilia, não há dúvidas que você está certa, temos prioridades. Também não entendo de futebol, mas entendemos de gente, de saúde, de segurança, de educação. Isso qualquer um sente na pele. Acompanho também alguns problemas ai de Portugal, qualquer semelhança é mera coincidência...rss
      Beijos, amiga. Obrigada pela visita sempre querida.

      Excluir
  6. Olá Taís,
    eu gosto muito de futebol. Acompanho a seleção desde a copa der 1958. É isso, realmente se chora de emoção! Todos sempre deram uma choradinha. Mas isso que vemos é comum em creche e berçário. Desequilíbrio emocional, medo, despreparo para lidar com grandes responsabilidades, insegurança! Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Antonio rss, então não estou sozinha. Essa sua de creche e berçário...
      Pois é, estranhei, que coisa de doido aquela tensão, chorei sem querer, pensei que alguém tivesse morrido!
      Abraços!

      Excluir
  7. Oi, lindona!
    Pena que depois da copa a nossa segurança voltará a ser como antes.
    Concordo contigo: parece que o Brasil não pode perder nunca. É claro que se participa com vontade de ganhar, mas nem sempre se consegue. Faz parte perder... A cobrança é enorme e de todos os lados, penso eu. As emoções estão à flor da pele. Ainda mais por estar acontecendo aqui no Brasil essa copa.
    Eu comprei uma bandeira grande e amanhã vou colocar na minha janela. Durante os jogos anteriores, liguei a TV, fiquei só escutando. Não sentei à frente da TV torcendo. Tudo por saber de tantas coisas erradas. Mas amanhã, acho que vou assistir. Preciso me animar. Se não der paciência.
    Mas devo te confessar que sempre me emociono ao ouvir o nosso hino. Sou chorona... kkk
    E que vença o melhor!
    Beijocas, Taís!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Soninha, o que me espanta é como se leva a sério o futebol, enquanto outras coisas urgentes, os responsáveis ficam muito à vontade, se amorcegando. Na minha opiniãozinha, pra lá de modesta, vejo que estamos longe das outras seleções anteriores, passavam muita confiança, mas o que está aí, está feito, agora não dá mais pra mudar coisa nenhuma. Vou assistir com um balde de pipoca, menos mal.
      Quanto ao Hino, é lindíssimo! Só não gostei do formato 'capela', no final.
      Beijos, querida.

      Excluir
  8. Taís! ... "neura"... gostei desse termo que usou... E, realmente uma pena que o padrão FIFA indo embora e ficaremos com uma padrão PIFA!!! Infelizmente... "Drummond em seu poema sintetiza bem: ...E agora, José? A festa acabou,/a luz apagou,/o povo sumiu,/a noite esfriou,/
    e agora, José?/e agora, você?/você que é sem nome,/que zomba dos outros,/você que faz versos,/que ama protesta,/e agora, José?" ...
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Célia, pois é, essa neura ter de ganhar sempre serve mais é para deseducar, a vida tem perdas e ganhos. Não vejo esporte dessa maneira, o esporte deve ensinar a perder, trabalhar as frustrações, aliás, os outros terão de perder sistematicamente para a alegria dos brasileiros.
      Belíssimo esse poema de Drummond!! E agora, Jose? Pois é...
      Abraços!!

      Excluir
  9. NO ME GUSTA EL FUTBOL. MAS BIEN NO ENTIENDO EL FULBOL O NO LO COMPRENDO SIN MAS. PUES ME PARECE MUCHAS VECES POCO DEPORTIVO Y UN CLUB DE RICOS QUE JUEGAN CON LAS ILUSIONES DE LA CIUDADANIA QUE LE SAPOYA.
    YO SLO ESPERO QUE SI BARISL GANA EL MUNDIA. EL DINERO QUE PAGA LA FIFA A LOS JUGADORES. TRIBUTE EN BRASIL Y ADEMAS SI FUERA POSIBLE LOS JUGADORES DEL MUNDIA LO EJEN PARA OBRAS SOCIALES EN BRASI... PUES YA GANA MUCHO JUGANDO EN SUS EQUIPOS TODO EL AÑO Y POR PUBLICIDAD.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alberto, você está certo, é o que falei numa das minhas crônicas: "Um Brasil, Padrão Fifa".
      http://taisluso.blogspot.com.br/2008/01/estou-cansada-deste-pas.html
      Obrigada pelo seu comentário, grande abraço!

      Excluir
  10. É verdade Taís....Mas tudo tem um prazo.....será que o do Filipão já terminou....?? O nome só não chega.....Mas falta pouco...espero que se aguentem....Daqui a uma hora, estarei torcendo, junto aqui da minha Brasileira que me deixa mais nervoso que a 'Canarinha'....Haja coração...
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Andrade, também não sei, acabo de ver que a Alemanha mandou a França pra casa... O cerco está apertando, daqui a 1 hora começa o do Brasil, vou dar jeito nas pipocas, um balde! Não arrisco palpite, tudo pode acontecer...
      Beijos aí em Portugal.

      Excluir
  11. Parabéns........A Copa já é nossa. Basta jogarem sempre assim.
    Não foi desta que Colômbia ganha ao Brasil.
    Abraço e......beba qualquer coisa, para empurrar as pipocas hihihi
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uffff!!!! Que sufoco! Parou o choro, entraram com mais garra!
      E deu... agora vamos pegar a Alemanha na 3ª feira.
      Está uma loucura aqui no Brasil...
      Sim, as pipocas... foram quilos de pipocas!
      Valeu, Andrade!

      Excluir
  12. Taisamiga

    Foi realmente um sufoco - mas o "portuga" (porque jogou aqui em Portugal) David Luís e o Thiago Silva resolveram a questão. Segui o jogo todinho (sou doido pelo futebol) e só fiquei preocupadíssimo com o miúdo Neymar. Finalmente uma maldita vértebra lombar partida. Sem ele as coisas são bem mais difíceis.

    Entretanto por cá o pessoal, já que não se pode livrar do (des)Governo faz piadas sobre a selecção. A última é muito bem apanhada: "Quando se fala tanto de desflorestação da Amazónia, num gesto de rara consciência ecológica, Paulo Bento plantou 11 cepos em Manaus" :-) :-) :-)

    Qjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Henrique! Ficamos chateados com o "retorno" de Portugal, que lástima, foi uma pena!! Quanto à nossa Seleção, em que Neymar foi atacado pelas costas, ainda piorou pelo absurdo de no mínimo nenhum "cartão" se fez presente, e comparado com aquela mordida do jogador uruguaio que mal apareceu... Quebraram o nosso principal jogador, com um joelhaço nas costas, sem bola, e a Fifa nada!! Ninguém entende isso por aqui, o rebuliço está grande. Aliás, essa Copa está um tanto mais violenta do que as outras.

      Beijos.

      Excluir
    2. Taisamiga

      "Um tanto" é bondade tua. Está "muitíssimo". E então os árbitros... São uns bananas, não valem nada, são marionetas descoloridas, são uns imbecis e uns incapazes.

      Oxalá o nosso Pedro Proença levante o nome da arbitragem e também de Portugal!...

      Qjs e abç ao Pedo

      Excluir
    3. Concordo contigo, Henrique, é que me 'policio' para não abrir o verbo!!! É muuuuita violência, pra mim isso é decadência do futebol. Quando não se tem técnica suficiente se quebra os outros. Você falou em árbitros? zzzzzzzzz.
      Bjs aí pra Portugal!
      Vamos ver o que vai acontecer amanhã: Brasil e Alemanha.

      Excluir
  13. Querida Tais, para quem não entende de futebol , você jogou uma bola e tanto, aqui em sua postagem.
    Penso que as lágrimas chegam porque somos muito patriotas, eu choro ao ouvir o hino Nacional Brasileiro. O bom mesmo é deixar as lágrimas e sorrir, cantar,pois como você registrou há muitas lágrimas. Tenha um lindo final de semana! Grande abraço1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida Marli, entendo do básico e estou contente assim. Mas entendo de emoções, de sentimentos, de gente - não de técnica. Ontem ainda comentei com o Pedro sobre o nosso hino: pra mim é o mais lindo, é forte, emociona muito, também fico meio 'bamba'. Ele mexe com nosso patriotismo, com nossas raízes. Mas penso que quando esses guris entram para a "arena", a garra tem de se sobrepor a qualquer outro sentimento!

      Beijo, amiga!

      Excluir
  14. Até que eles entraram mais concentrados (bom trabalho da psicóloga), porém, o acidente do Neymar veio acabar com a alegria do povo!
    Nunca vi tanta gente revoltada contra o colombiano Zuninga (é esse o nome?) kkk. Até postei no meu blog alguns comentários do twitter. Mas a maioria são impronunciáveis!!! Gente rancorosa colocando toda sua amargura pra fora...Cruzes... E nenhuma indignação pelo Viaduto que desabou, ou coisa parecida...Afinal o que importa para uma parte dos brasileiros é "pão e circo", o resto é resto...

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, acho que andou o dedinho da psicóloga por ali, deu pra notar! Quanto ao caso Neymar, imagino o tititi nas redes! Não vai ser fácil. Marineide: domingo termina, mas depois começa outra peleia: as eleições!!! Arre... Política, vai ser dose. E pão e circo? Mas isso é a nossa marca registrada...
      Beijão!!

      Excluir
  15. Olá, Tais, de futebol só entendo quando a bola entra no gol, mas, achei super inteligentes e ponderadas suas considerações sobre o assunto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Shirley, rsss, gostei dessa sua. Sim, mas eu não entendo das técnicas em si e nem quero entender! Pro meu gosto há muito exagero e violência, entram se quebrando, mostram o que deveriam esconder. Não gosto disso.
      Obrigada, amiga, é muito bom ter você aqui!
      Beijão!

      Excluir
  16. Boa noite amiga, vim agradecer a visita no meu cantinho, que é muito significativa. Obrigada. Desculpa a demora nas visitas e hoje por está com um recadinho pronto. Início de aulas, planejamento, organização de cadernetas, tenho escrevido muito e neste período frio e hora quente, o reumatismo me ataca e complica tudo. Só quem tem dores nas articulações sabe como é ruim, vencemos as dores para não parar de vez. Mas tudo passa, maior foi o sofrimento de Jesus por nós.
    Só tenho a agradecer a Deus pela vida!
    Querida, muito boa postagem, amo meu Brasil desejo que o Hexa seja nosso, merecemos. Como brasileira, fico feliz em ver que este mundial está sendo reconhecido como um dos melhores de todos os tempos. O Brasil com todos os problemas que tem está superando as expectativas. Que termine em paz! Que venha o hexa!

    Uma boa semana, que Deus lhe dê sabedoria para alcançar o que pretende, uma noite de muita paz. Abraços
    Lourdes Duarte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lourdes, também agradeço suas visitas e você nesse espaço sempre bem-vinda! Tudo passa, amiga inclusive essa Copa - que domingo se encerra para retornarmos à vida normal. que você fique boa, conviver com dor é muito sofrimento.
      Um grande abraço e espero que tudo termine bem após esse confronto com a Alemanha. Se não der, não deu! A vida continua, afinal é apenas um esporte.

      Excluir
  17. Tais por enquanto quero silenciar. Estou acompanhando com este mesmo silencio e sem muita animação, agora, depois do Neymar,não sei o que pensar rss.
    Vamos ver...

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carlos, olha, depois de ter ouvido do Felipão que o Neymar "nos deixou" (pensei que o cara tinha morrido!!), nada mais é de se estranhar!!! Será que o Neymar é a Seleção??? Não tem mais Seleção? Credo, cada vez entendo menos...
      Abraços, amigo, vamos ver como ficam as coisas...

      Excluir
  18. Tais, uma moça foi demitida porque filmou Neymar dando entrada no hospital que trabalha, ou melhor, trabalhava, o colombiano que deu uma joelhada, involuntária ou não, nas costas do mesmo Neymar , ta sendo jurado de morte, as fotos de sua filhinha e esposa postada em seu Face estão sendo ridicularizada e compartilhada, também soube. Prenderam um Gringo que invadiu o campo de futebol e multaram, como se passado a copa, isso não ira acontecer mais. Há uma leseira no ar, como se diz por aqui. Essa tarde Brasil sofreu uma humilhante derrota pra Alemanha de 7 a 1. Toma também Rivotril? Rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fábio, abomino essas violências no futebol. Não acaba nunca, uma coisa puxa a outra e o rolo fica cada vez maior. Não, não vou tomar Rivotril, pra mim a Copa acabou, chegou ao seu final, infelizmente com muita gente decepcionada e bilhões de reais empregados nos estádios. Pois é, esses 7 x 1 foi demais, humilhante para um país com tradição em futebol, como um dos melhores do mundo. Paciência, agora é pensar em coisas sérias para o país. Pensar em fazer o povo mais feliz, dando-lhe educação, saúde e segurança em tempo integral, tipo Fifa,,,
      Bjs!

      Excluir
  19. Olá, Tais!
    Tem mais uma festa se aproximando, (eleições) e tomara que deixemos para festejar depois de vermos os benefícios proporcionados pelos futuros vencedores.
    As vezes, o excesso de alegria pode distorcer um pouco a lucidez, por isso me pergunto se o resultado positivo da copa, não ofuscaria momentaneamente os inúmeros problemas que existem no Brasil, e alteraria significativamente o resultado das eleições, que estão chegando. Afinal, é isso que realmente pode nos trazer ou não uma alegria um pouco mais duradoura.
    E desculpe eu misturar um pouco as coisas, mas acho que esse resultado “catastrófico no futebol brasileiro” possa ter sido um aviso de que existem outras formas onde possamos procurar essa alegria que para muitos, parece só existir no futebol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tito, mas você está coberto de razão, é claro que ofuscaria os nossos reais problemas! O povo alegre, voltado como o nosso para o futebol, no quente da comemoração, esquece de muitas coisas... Nesse ponto de vista penso que o Brasil ganhou. Ontem uma senhora apareceu na televisão esperando 11 anos para ser atendida pelo SUS; outra, mal podia caminhar não foi atendida... Uma visão do governo nesse sentido é que precisaria ser comemorado com muita alegria!!! Foi ótimo seu comentário, sempre pensei assim.

      Meu abraço!

      Excluir
  20. OI TAÍS!
    PENSEI EM NÃO CHORAR, ERA SÓ UMA PARTIDA DE FUTEBOL, MAS, MEUS OLHOS RASOS DE LÁGRIMAS, TEIMAVAM EM ARDER E ELAS CORRERAM SEM QUE EU MANDASSE, SEM QUE EU PUDESSE CONTROLÁ-LAS. ERA SÓ UMA PARTIDA DE FUTEBOL, MAS ERA O BRASIL QUE ESTAVA EM CAMPO, COM TODAS AS SUAS MAZELAS E DESMANDOS E NÃO PERDEU UMA PARTIDA, CAIU, SEM HONRA PORQUE 7 A 1 É DEMAIS.
    CHORAR FAZ PARTE, MAS, JÁ PASSOU E AGORA BOLA PARA A FRENTE E PERGUNTANDO : E AGORA JOSÉ?
    TOMARA QUE O PRÓXIMO GRANDE EVENTO QUE SE APROXIMA, AS ELEIÇÕES, MOSTREM QUE NÃO PRECISAMOS CHORAR MAIS, QUE SOMOS UM POVO QUE SABE O QUE QUER E DO QUE PRECISA, É SÓ VOTAR DIREITO, SIMPLES ASSIM, SERÁ?...
    ABRÇS AMIGA, FICA COM DEUS.
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Zilani, aconteceu, não há dúvidas que foi uma enorme vergonha, mas quem sabe não sirva todo esse desapontamento, esse vexame, essa frustração para que o povo se fortaleça e pense em coisas mais sérias que vem por aí?
      Grande beijo! Tudo passa.

      Excluir
  21. Quer voltar para a Arena, mas Arena não há mais pelas Gerais.
    E agora Felipão e agora Parreira e agora meu povo que tanto sonhou?

    Muito boa sua cronica Tais, pela data que fora escrita com analise perfeita do emocional de nossos jogadores. Agora após a derrocada, nota-se como você estava com razão sobre a carga pesada nas costas dos meninos chorões.
    Parabéns sempre pela clareza e lucidez de cronicas.
    Um abração amiga e belo fim de semana com paz e alegrias ainda que no terceiro degrau.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Antonio, pois é, amigo, depois do leite derramado não há justificativas para aqueles 7 x 1 vergonhoso, frustrante e teimoso do Felipão. É uma equipe fraca, vulnerável, e outros que eram mais experientes nem foram convocados - pelo pouco que entendo. Bem que o que aconteceu nem precisa entender muito, tá na cara! Eram mais velhos, mas poderiam ser convocados para casos assim, como aconteceu com Neymar e outros que jogaram a meia boca. Obrigada, Toninho, pelas suas palavras. Bom ter você aqui.
      Beijos.

      Excluir
  22. Olá Tais,

    Curiosa a sua crónica sobre a copa. Sabe, é que vendo os jogadores e o público a chorar e a sofrer tanto fico pensando... porquê? É apenas um jogo de futebol...tal como aqui refere.
    Se por um lado todos sonham e estão com as emoções à flor da pele, por outro lado deviam pensar que é apenas um jogo de futebol e que ganhe o melhor e também o que for bafejado com alguma sorte....também é precisa em certas alturas.
    Mas, é assim que acontece e agora que só já falta um único jogo, pois que ganhe o melhor e que o seu belo país olhe mais para dentro e resolva os inúmeros problemas que tem às costas.
    Mas está de parabéns o Brasil, por ter recebido tão bem todos os que quiseram acompanhar as suas selecções e pela segurança que ofereceu.

    Um grande beijinho
    Canduxa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Canduxa, pois é, amiga, nem sempre as coisas saem bem, mas é uma festa e que ganhe, por justiça, a melhor Seleção. De fato, o Brasil recebeu seus visitantes com muito carinho, isso valeu, embora vai nos deixar com muitos problemas urgentes para resolver. E dinheiro, todos já viram que tem... Agora é querer fazer e resolvê-los! Entra a tal parte política da questão.
      Grande beijo, meu carinho daqui!

      Excluir
  23. Oi Tais! Agora é pensar numa melhor preparação para 2018 e, ao mesmo tempo, priorizar às soluções para a infinidade de problemas extra-copa que ora dispomos no nosso querido Brasil.

    Beijos e um ótimo final de semana para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Furtado, agora 'Inês é morta'... Já é hora, aliás mais do que em tempo de cuidar do Brasil, do nosso povo. E das dívidas que ficaram. E bota problemas nisso!!!
      Beijo, muito bom você aqui, obrigada, amigo.

      Excluir
  24. Tais, obrigada pelo carinho de suas palavras. Oportunamente, retornarei, para ler com a merecida atenção, suas crônicas. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Marilene, esse seu momento, muito triste, é para recolhimento, assim penso.
      Reitero meu carinho por você e abraço aos seus familiares, lhe desejo muita paz nesse momento.
      beijo!

      Excluir

  25. No “DEUSA” respondi assim aos teus comentários:

    Miguel 27 de Junho de 2014 às 14:56

    Olá, Tais
    Que bom você ter aparecido!
    Tenho o maior prazer em que me acompanhe nos passeios que eu for dando por este meu lindo país.
    Como sabe, a Itália é um país de grande religiosidade, e todos (ou quase) os seus artistas dedicaram grande parte do seu tempo a obras – pintura, escultura, arquitectura… - relacionadas com a religião.
    Basílicas lindíssimas há inúmeras, espalhadas por todo o país.
    Espero que continue a acompanhar-me.
    Um beijo



    Miguel13 de Julho de 2014 às 17:02

    Olá, Taís
    Que bom você ter aparecido, juntando-se a todo este carinho e cuidado que me acompanhou durante a minha doença – e me acompanha sempre, essa é que é a verdade!
    Felizmente estou recuperado e pronto para enfrentar os afazeres que me esperam.
    Espero vê-la por cá SEMPRE.
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Miguel, que bom que você ter se recuperado! Mas agora vá com calma.
      Muito obrigada pela sua presença sempre bem-vinda! Irei visitá-lo, sim.
      Beijos!

      Excluir
  26. Tais querida,
    Li sua crônica, pois é um prazer ler seus escritos.
    No entanto, no momento estou passando apenas para agradecer a sua solidariedade, consolo e carinho.
    Imensamente grata.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Verinha, digo a você o mesmo que disse à Marilene: tudo passa e ficarão as boas lembranças. Sabemos que dia menos, dia mais, isso acontece com todos. É uma dor enorme, mas que temos de aceitá-la.
      Meu carinho, querida!

      Excluir

QUERIDOS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso